Governo assina termo de cooperação com Estados contra a homofobia

 

O governo federal assinou, nesta terça-feira, termos de cooperação com 21 Estados com o objetivo de capacitar o atendimento a casos de homofobia e gerar estatísticas sobre crimes de ódio e preconceito contra homossexuais.

“A proposta é fazer uma articulação para ter políticas de enfrentamento à homofobia no Brasil”, afirmou Nadine Borges, secretária de promoção dos direitos humanos da SEDH (Secretaria dos Direitos Humanos).

Entre as iniciativas desejadas pelo governo estão a criação de centros de referência para atendimento especializado (psicológico, jurídico, assistencial), a capacitação das polícias para abordagem nas ruas e nas delegacias e o registro de estatísticas que possam tornar mais palpável o crime da homofobia.

Segundo Borges, o Ministério da Justiça quer garantir que em formulários de queixa na polícia haja campos para inclusão de orientação sexual/identidade de gênero e de informações sobre a motivação do crime (se há suspeita de homofobia, por exemplo).

Além disso, há o desejo de que delegacias especializadas em crimes de ódio e delitos de intolerância sejam espalhadas pelo país.

A articulação é feita entre a SEDH, Ministério da Justiça e secretarias estaduais. O Estado de São Paulo, palco de recente onda de crimes contra homossexuais, ainda não aderiu à proposta, mas deverá fazê-lo, diz Borges.

O debate sobre a homofobia e sua criminalização ocorreu durante o ano de 2011 no Congresso Nacional, que não conseguiu aprovar um projeto de lei sobre o tema.

fonte:folha.uol

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s