Ministério público recebe representação de pais contra trotes de alunos da UNB

Foi feita nesta segunda-feira (19/3) a primeira denúncia formal sobre os abusos nos trotes na Universidade de Brasília (UnB)

O coordenador da Confederação Nacional de Pais e Alunos (Confenapa) e presidente da Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino do DF (Aspa-DF), Luis Claudio Megiorin, esteve na tarde desta segunda-feira (19/3) no Ministério Público Federal no DF e entrou com uma representação contra a UnB, para que sejam apurados os casos de bullying e violência durante os trotes da Universidade. “Esses crimes precisam ser apurados. Não podemos admitir que nossos filhos sofram esse tipo de abuso dentro da Universidade”, declarou Luis Megiorin.

O Conselho Universitário (Consuni) irá votar nesta sexta-feira (23/3), as regras de convivência da UnB. Essas regras estabelecerão pela primeira vez as diretrizes dentro da Universidade. Uma das propostas estabelece que qualquer trote que submeta o calouro ou qualquer membro da comunidade acadêmica a ações de tortura, a tratamento ou castigo cruel deve ser proibido.

fonte:correioweb

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s