Comissão Nacional da Verdade investigará papel das igrejas durante a Ditadura Militar no Brasil

A Comissão Nacional da Verdade (CNV), vai investigar a atuação das igrejas católicas e evangélicas, durante a ditadura.
O objetivo da CNV é de investigar líderes religiosos que apoiaram o regime e o papel exercido por eles durante a resistência.

Dea cordo com a jornalista Mônica Bérgamo, da ‘Folha’, a primeira reunião acontece nesta quinta-feira (08).

O evangélico Anivaldo Padilha, será o primeiro a depor. Padilha acabou preso, torturado e exilado, deixando sua esposa grávida para trás. Devido a isso, só conheceu o filho, o atual ministro da saúde, Alexandre Padilha, oito anos após seu nascimento.

A coordenação dos trabalhos será feita por Paulo Sérgio Pinheiro, um dos integrantes da CNV. Entre os convidados para participar da força-tarefa, estão pesquisadores autônomos e teólogos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s